terça-feira, fevereiro 23, 2010

GREVE DE RODOVIÁRIOS COMPLICA A VIDA DOS BELORIZONTINOS

Belo Horizonte começou a semana com uma greve dos rodoviários do transporte coletivo causando um transtorno imenso à população e deixando milhares de passageiros à mercê da sorte para a ida ao trabalho.

À meia noite de segunda feira (22) os motoristas e cobradores de ônibus iniciaram a paralisaram, reivindicando um aumento salarial de 37%, além de redução na carga horária trabalhada para seis horas e planos de saúde e odontológico, extensivos às famílias dos rodoviários.

O Sindicato dos Rodoviários de BH e região metropolitana informou que 80% da frota de ônibus ficou impedida de circular.

Segundo a BHTrans, empresa responsável pelo gerenciamento do trânsito em Belo Horizonte, os principais corredores que dão acesso ao centro ficaram congestionados, causando grande transtorno para as pessoas que se dirigiam ao trabalho.

A paralisação continua e manifestantes provocam medo à população, depredando e queimando os veículos que insistem em sair das garagens.

Um ônibus que faz a linha 5800 (Conjunto Caieiras/BH) foi incendiado na entrada do Túnel da Lagoinha e provocou um grande congestionamento na av Cristiano Machado, via que liga a zona norte ao centro da cidade.


Destruição causou espanto

Somente no primeiro dia da greve, cerca de 250 ônibus foram danificados em toda a região. Segundo o Sindicato das Empresas de Transportes de Passageiros (Setra-BH), somente na capital, 62 ônibus tiveram os pneus furados e os vidros quebrados.

Não bastasse a confusão pela falta de ônibus, até mesmo os táxis desapareceram. Devido à grande demanda, empresas do setor chegaram a pedir uma hora de prazo para enviarem um táxi ao passageiro.

Leia mais...

Fonte: Portal Uai e Portal Terra

Foto: Reprodução/TV Alterosa

Um comentário:

Neo disse...

BOA COBERTURA.

UTILIZEI ALGUNS DADOS DA SUA REPORTAGEM NO MEU BLOG, FALO TAMBÉM DA POSSÍVEL PARALIZAÇÃO DE SEGUNDA FEIRA.